quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Ajudar o próximo? Tem muito que se lhe diga!

Sendo o meu marido voluntário da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) cá da zona, as pessoas vão doando roupa e material que já não usam, como carrinhos de bebés, voadores... é um gesto tão simples, que pode ajudar muitas famílias em dificuldades...

Perante a existência de um número significativo de sacos com roupas, fomos então entregá-los à Cruz Vermelha... nunca tinha entrado nas instalações da Ação Social e confesso que saí de lá com a sensação que, muitas vezes, olhamos demasiado para o nosso umbigo... focamo-nos muito nos nossos problemas e olhamos pouco para o lado!

A miséria existe {infelizmente} e muitas vezes, bem perto da nossa casa... e instituições como estas são uma mais-valia para a comunidade envolvente... 

A Ação Social da CVP também é responsável pela parte da distribuição de alimentos às famílias mais carenciadas da zona, e a sensação com que fiquei quando visitei a parte dos alimentos, foi que existe uma carência brutal de alguns alimentos tão básicos como atum, feijão, grão, leite, azeite, salsichas,  papa láctea! 

Em contrapartida, as prateleiras inundam de arroz, massa e bolachas, porque as pessoas só se lembram de dar isso... claro, que é uma doação importante, mas o foco é essencialmente nesses alimentos, e quem oferece um quilo de arroz também pode optar por uma lata de atum ou de grão! 

Não existe esta consciência, que acredito não seja por mal, claro... mas, é importante alertar a comunidade, as pessoas que estão dispostas a ajudar através das campanhas do Banco Alimentar ou por iniciativa própria, que a diversidade de alimentos a doar é importante!


Brevemente, decorará mais uma campanha do Banco Alimentar e seria importante que essa tomada de consciência já estivesse enraizada, de forma a permitir a chegada de maior diversidade alimentar a casa das famílias que mais necessitam!!

Vamos ajudar de forma consciente e assertiva... porque JUNTOS somos MAIS FORTES!!




Sem comentários: