segunda-feira, 6 de outubro de 2008

O destino…uma página em branco?



É frequente falarmos do destino, mas a verdade é que esta simples palavra abre margens par diversas divagações da nossa parte…o Homem faz o seu destino ou existe uma força oculta que nos guia para um caminho já predestinado? Muitas são as dúvidas que persistem, no entanto, todo o ser humano, como personagem principal da sua vida, é responsável pelos seus actos e decisões, daí ser tão difícil decidirmos qual o melhor caminho a seguir…

Ao longo da vida, deparamo-nos com inúmeras situações em que temos de tomar decisões que marcarão profundamente a nossa vida, mas para as quais, muitas vezes, não temos resposta imediata e tudo parece ruir à nossa frente… nestas situações, quando a vida nos puxa o tapete de debaixo dos pés e nos destrói os sonhos, apressamo-nos a culpar o destino! Mas, tal como dizia William ShakespeareO destino é o que baralha as cartas, mas nós somos os que jogamos”, e aí é que reside o maior problema…nunca fui boa jogadora… Sei, no entanto, que apesar da corrente de pensamento contraditória que circula na minha mente, terei de enveredar por um caminho…resta saber se nele reside a minha felicidade....

1 comentário:

D. disse...

texto perfeito amiga e que denuncia e muito o teu estado de espirito... tumultuoso mas decidido... confuso, mas consciente de que tera de se decidir...
seja qual for a opção que tomes, contaras sempre com o apoio de todos aqueles que gostam de ti, como eu:)
Beijinho

P.S: Mais uma prova de como devias realmente criar um blog:)