segunda-feira, 29 de maio de 2017

Vamos ajudar!

Infelizmente, as doenças não escolhem idades, sexos, raças, classe social... e cada vez mais, atingem os mais novos... pensamos sempre que "só acontece aos outros" e que somos imune a todas as maleitas até ao dia em que... ela bate-nos à porta...

Há doenças que podem ser tratadas, outras curadas, outras em que, infelizmente, não se pode fazer nada, a não ser dar muito amor, carinho e atenção... outras ainda em que podemos ajudar!

É dessas doenças que venho cá falar hoje, das doenças em que podemos fazer a diferença!

Ser dador de medula sempre foi um desejo, mas, geralmente, essas iniciativas decorrem nas grandes cidades, e nem sempre conseguia lá ir...  Com a doença do Jorge, aprendi o verdadeiro significado da palavra "ajudar"... tive em casa, durante mais de três semanas, pessoas fantásticas, que cuidaram dele com carinho, que se desdobraram para que nada lhe faltasse, para que não tivesse dores, para que, como ele dizia, "não perdesse qualidade de vida" ... infelizmente, isso é o máximo que podíamos fazer! Dar-lhe amor!

No entanto, existem outras doenças, em que podemos ter um papel determinante entre a vida e a morte! É o caso de uma menina, a Mariluz, que tem apenas 5 anos, e que precisa de um dador compatível de medula óssea!

Hoje, decorre, entre as 14h e as 19h, na Santa Casa da Misericórdia de Paços de Ferreira, uma colheita para encontrar um dador compatível para a Mariluz, e ficamos inscritos no Banco de Dadores de Medula! 

É uma ótima oportunidade para ajudar o próximo, sentir que podemos fazer a diferença, sentir que podemos ajudar a salvar vidas...

Vamos ajudar... porque hoje é ela, amanhã somos nós!


segunda-feira, 15 de maio de 2017

Dia Internacional da família💗

Hoje, comemora-se o Dia da Família... 

Construir uma família feliz nunca foi fácil, mas hoje em dia é um trabalho árduo e diário... porque não somos todos iguais, ou porque somos e os feitios idênticos originam discussão... porque os afazeres do dia a dia nos fazem ter menos tempo e paciência... por mil e uma razões, construir uma família feliz é muito difícil... é preciso compreensão, carinho, paciência {muita paciência}, respeito... mas quando o amor é o elemento chave das relações, tudo se consegue!

Felizmente, a nossa {nós os dois, e depois os três} sempre foi abençoada pelo diálogo, compreensão, paciência, e sobretudo, amor... 

Enquanto cá estivemos todos, os momentos familiares foram partilhamos com amor e boa disposição... construímos uma família linda... todos! 

E agora, como continuar e perpetuar essa idealização de família feliz, sem TI? Não se consegue, porque a nossa família jamais será a mesma... jamais! Faltas cá tu! Aquele que falava no timing certo... aquele que acalmava os ânimos quando estes ficavam mais exaltados, aquele que nos fazia rir com as suas histórias ou nos emocionava com outras... aquele cuja presença faz uma falta do caraças!

Saudades desses momentos todos juntos, 
em que os nossos corações estavam leves e serenos... 


sexta-feira, 12 de maio de 2017

Parabéns, Amor!

Hoje é o TEU dia!

E apesar de não estares cá fisicamente, o TEU dia não se esquece, não se finge que não existe, só para não doer mais, sabes porquê? Porque dói todos os dias e a toda a hora... e hoje, dói mais saber que não estás cá para celebrarmos a vida... a tua vida, a nossa vida!

Hoje é o TEU dia...e será sempre!!
 Parabéns, amor da minha vida!
Amo-te!

quarta-feira, 10 de maio de 2017

O nosso momento "a três"

Quando a saudade aperta e precisamos daquele aconchego no coração... quando precisamos de miminhos que só aquela pessoa nos pode dar... quando isso acontece, o que é que se faz? 

Eu vou ao youtube e clico nos vídeos dele... e apesar de ficar com ainda mais saudades, o meu coração sossega por ouvir a voz dele, por ouvir aquela voz alegre, aquela voz que tanto preciso e que me daria na cabeça por estar a massacrar-me com coisas corriqueiras... aquela voz que é o meu tudo!

Ontem à noite, enquanto tentava fazer uma ficha para uma menina, o Gonçalo viu a foto do pai no fundo do ecrã do computador e disse "pá" {sim, agora anda numa de poupar sílabas}... então, deixei o trabalho de lado e aproveitei este momento "a três" para falar-lhe do pai... ele fartou-se de dar beijinhos no ecrã, de dar xis...e  demos xis os três... mas, a determinada altura, ele parou e espreitou para trás do ecrã como se estivesse à procura do pai...

O que é que se faz quando isso acontece? Agi naturalmente, expliquei-lhe que o papá não estava atrás do ecrã, que estava no Jesus... não sei se percebeu, provavelmente não... mas, serviu para eu tomar consciência de que o Gonçalo sente falta do pai... quando me perguntam isso, não sei o que dizer, não sei se realmente ele sente falta dele... mas, ontem, percebi que sim... que, à sua maneira, sente a sua ausência... 

Então, pus um vídeo do Jorge, para ele poder associar o rosto à voz, e  miúdo ficou colado a olhar... deitou-se no meu colo e ficamos ali os dois... naquilo que temos de mais próximo de um "momento a três"... e no minuto 6.36, o meu coração encheu-se de amor, de saudades, mas sobretudo de  gratidão por ter conhecido um homem fantástico como ele... porque, apesar de tudo, somos um do outro...sempre!

Amo-te!


terça-feira, 9 de maio de 2017

Natação para bebés

Já há algum tempo que andávamos para inscrever o Gonçalo na natação... tinha ele 7 meses, 1 ano, dois... e o tempo foi passando... um dia, decidimos comprar tudo o que era preciso - toca, chinelos, fraldas apropriadas - mas, o tempo foi passando e a inscrição não foi feita... 

Na semana passada, decidi que tinha de ser e foi... está inscrito e já teve a primeira aula... 
Como previa A-M-O-U!

Inicialmente, parecia assustado, afinal aquilo era uma banheira gigante, mas logo começou a ambientar-se, e percebeu que aquilo era "fixe"! Ria-se, cantava, batia com os pés, atirava a bola... uma delícia!

No fim, a professora deu-lhe os parabéns por se ter portado tão bem - por norma, na primeira aula, as crianças, costumam chorar.

Para o próximo sábado, talvez experimente o mergulho... ai céus! 

O importante é que ele aprenda a desfrutar da água e se divirta! Está comprovado que a natação para bebés melhora a coordenação, o equilíbrio, a força muscular, ajuda a relaxar, a dormir melhor e abre o apetite...

Para além disso, junto o útil ao agradável, e aproveito para também eu relaxar e "desligar-me" do mundo, que bem preciso...

segunda-feira, 8 de maio de 2017

{Ainda} o Dia da Mãe

Foi mais um ano a festejar o Dia da Mãe com o melhor do mundo! Oh e como eu amo o meu menino!!!

Apesar das {muitas} adversidades da vida, continuarei a lutar e a fazer de tudo para que sejas uma criança feliz... vivo e viverei para ti

É o melhor de mim... a minha razão de viver!! 

Obrigada por existires "coisa boa da mãe"


Eu sei que a próxima imagem roça a pirocise, mas o amor é assim, pelo menos para mim!

By Design Fashion Store

E como não poderia deixar de ser, a Creche mimou as mães e, para além do belo lanche que lá tínhamos, também recebi um lindo vaso com uma flor e um coração, em que no interior há um desenho feito pelo Gonçalo... amei 💙


Também meu mano e minha cunhada contribuíram para que este dia se tornasse mais belo e compraram uma prendinha para o Gonçalo me dar neste dia... AMEI! Não estava nada à espera... sempre foi o Jorge a comprar algo e, este ano, pensei que não receberia nada... 

Há gestos que dizem muito... sois os melhores... obrigada por tudo!!!

Almofadinha linda!!!


domingo, 7 de maio de 2017

Dia da Mãe 💗

MÃE... só quando nasceu o meu filho é que comecei a perceber o verdadeiro significado desta tão pequena palavra, mas tão avassaladora...

Ser mãe é um amor que não para de crescer, um amor intenso, verdadeiro, profundo, autêntico,mas ao mesmo tempo, assustador!

Passamos a ter medo de tudo... é ter o coração fora do peito... 

Desde que fui mãe {e principalmente, durante a doença do Jorge e após a sua partida} comecei a perceber o amor que a minha mãe tem para comigo, para com os filhos... é, sem sombra de dúvidas, a melhor à face da Terra... ela ouve-me {e acreditem que há dias - muitos - em que nem eu me suporto, mas ela aguenta}, ela acalenta-me com palavras de amor, de esperança... ela cuida do meu filho com toda a dedicação, ela faz tudo o que pode para me ver "bem"... 

Eu sei que pensarão "sim, está bem, mas é tua mãe", pois mas conheço algumas que não fariam isso, sei de algumas que não se dedicam aos filhos como ela o faz... 

Hoje, festeja-se o Dia da Mãe, e hoje é a ela - à minha mãe - que quero dedicar todo o meu amor, todo o meu apreço e gratidão

Obrigada mãe, és a melhor!!!
Com os teus dois amores!