terça-feira, 29 de julho de 2014

O meu tesouro...

... nasceu no dia 15 de julho, logo após as doze badaladas... foi um parto atribulado... o que era para ser uma mera consulta de rotina tornou-se num internamento para induzir o parto... a situação do pimpolho não estava muito estável e foi necessário acelerar o nascimento... após umas boas horas em trabalho de parto e sempre a controlar o estado do pequeno, a situação piorou e foi necessário avançar para cesariana... sempre desejei ter parto normal, mas infelizmente não foi possível e nem pude assistir ao nascimento do meu príncipe, visto ter sido anestesia geral... aliás, foi tudo tão inesperado que nem sequer tive tempo  de avisar o meu marido que ia para o bloco... enfim, o importante é que correu tudo bem e que, algumas horas depois, já o tinha nos meus braços... a partir deste momento, e pode parecer mas uma daquelas frases feitas,  a minha vida deu uma volta de 360º... já nada será como antes... 

... lembro-me de ouvir os outros dizer "Ah! quando fores tu vais ver!", "Espera até teres um filho", e não é que é mesmo? Incrível como, de repente, aquele ser que acabamos de conhecer, torna-se a nossa razão de viver e  todo um mundo novo abre-se diante de nós... o nosso mundo passa a ser outro, o nosso mundo passa a ser o seu mundo...

... sei que ainda é tudo muito recente, que ainda estamos na fase inicial,  a do descobrimento... mas, já não me imagino sem aqueles três quilos cento e oitenta e cinco de gente... sentir aquela pele suave, inalar aquele cheiro delicioso, assistir {babada} aquele sorriso tímido enquanto dorme é  uma sensação indescritível... é um amor crescente... um estado de puro êxtase... dá vontade de o engolir de tão fofo que é... e mesmo quando faz birra para dormir e não nos deixe pregar olho durante umas largas horas da madrugada, mesmo quando o desespero aperta por não saber o que tem e porque chora, mesmo nesses momentos o amor compensa tudo e aquele olhar faz-nos esquecer que já não se dorme uma bela noite há 15 dias... mas a verdade é que pouco importa perante o bem-estar dele...

...Pimpolho, com apenas 15 dias de vida... conquistaste-me... Love You meu pequeno príncipe ♥



Sem comentários: