quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Vidinha de casada #11

... como já tinha referido, iniciei uma nova etapa a nível profissional... fui convidada para integrar um novo projeto, ligado ao ensino, em que teria maior estabilidade económica... não foi fácil abandonar o trabalho que tinha, mas, por vezes, temos de arriscar e seguir em frente em busca de algo melhor... a verdade é que o que tinha já não era propriamente um trabalho e, esta proposta, veio mesmo a calhar... aceitei e está a correr bem...

... o trabalho em si é, basicamente, semelhante ao que eu fazia {apoiar os alunos nos trabalhos escolares, acompanhá-los no estudo diário...}, mas numa vertente mais dinâmica, isto é, há tempo para estudar, para brincar, para conhecer melhor os pequenos... a experiência está a ser positiva, os miúdos são amorosos, claro que existe sempre aqueles que nos tiram do sério, que temos de estar a chamar à atenção 1569 vezes por dia, aqueles que não querem trabalhar e inventam as mais absurdas desculpas, os estressadinhos e querem dar "naifadas" a tudo o que mexe {tenho mesmo um menino assim, mas apesar disso, é amorosooo!}, mas também há aqueles que te recebem com um abraço caloroso, um beijinho, um sorriso sincero... cada um, à sua maneira, marca o meu dia...

... mas, isso tudo, implica uma alteração na rotina diária, pois se até então era eu que fazia os meus horários, agora, tenho de cumprir um horário e tenho de organizar as coisas em casa, de forma a que tudo aconteça no timing certo... e nem sempre é fácil!

... a primeira semana custou um bocadinho, saio de casa por volta das oito da manhã e só regresso depois das oito da noite, por isso, tenho de saber organizar bem as tarefas domésticas {fazer as sopas, preparar a mala/lancheira do menino, organizar a roupa que vai levar no dia seguinte...}, de forma a não me esquecer de nada... nem sempre é fácil após um dia de trabalho, por vezes a vontade é pouca, o cansaço é muito, mas lá tem de ser, o que me vale é a ajuda do maridão, que vai "deitando"uma mãozinha enquanto estou fora :)

... apesar dessa correria toda, há que ver o lado positivo e por incrível que pareça, acabo por ter as coisas mais organizadas do que quando estava mais tempo em casa... efetivamente, as rotinas nem sempre são más!




Sem comentários: