segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

As maravilhas da maternidade #45

Uma manhã na vida de uma mãe trabalhadora 

Despertador toca às 7h, deixo-me ficar mais um pouco {já devia de saber que não me posso dar a esse luxo... mas não aprendo!}...

Levanto-me, vou tratar de preparar o meu pequeno-almoço, enquanto o menino dorme... ouço-o a choramingar, vou lá fazer-lhe festinhas e adormece de novo...

Volto para a cozinha {onde tinha posto umas torradas a fazer}, mas ouço-o novamente a choramingar e, pronto, já não quer ficar na cama...

Mudo-lhe a fralda, tiro o pijama, visto o fato de treino e vamos para a cozinha preparar o leitinho dele...

Volto para o quarto, ligo a tv no Canal Panda e dou-lhe o leite, e assim de repente, sinto o rabo dele molhado... boa, com a pressa devo ter colocado mal a fralda... toca a mudar a roupa toda... ele não gosta nada, colabora muito pouco, ainda não são 8h e já estou a cantar "A loja do Mestre André"...

Volto para a cozinha, onde tinha deixado as minhas torradas na torradeira e escusado será dizer que ficaram num estado lastimável... não há tempo para fazer outras... bebo a minha cevada e como as pseudo-torradas...

{ele está no quarto a ver a Abelha Maya}

Volto para o quarto, enquanto mudo de roupa, ele brinca com a gaveta num abre-fecha-abre-fecha... vou avisado "Gonçalo, cuidado com as mã...!" Lá apertou as mãos e, óbvio, desata aos berros... pego nele ao colo, tento acalmá-lo...continua choramingão.. mas, o tempo passa e tenho de terminar de me vestir... olho para o relógio e assusto-me... toca a fazer a cama, meter a sopa na lancheira, ver se está tudo pronto... e sair num ápice, que já são mais do que horas!

... saio de casa e chove a potes...BOA... corro com ele até ao carro, meto-o na cadeirinha, levo com a chuva no lombo, vou buscar os restantes sacos que ficaram na porta do prédio, volto para o carro, novamente chuvinha da boa... finalmente, sento-me no carro e estou um caco... encharcada, cansada e ainda nem 9h da manhã marcava no relógio!


As maravilhas da maternidade!


Sem comentários: