segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

A mania de comparar crianças

... é algo que, infelizmente, é inevitável...a mania de comparar crianças... Ah e tal, o meu já anda, o teu ainda não? Oh, o meu já fala imensa coisa, tadinho, o teu ainda não? Ui, ele já pede para ir ao pote, o teu ainda não? O meu já faz um tripla mortal, enquanto lê Os Maias...o teu ainda não?

... haja paciência e bom senso... não há necessidade nenhuma em esfregar na cara das outras mamãs as proezas dos seus rebentos...ok, é algo fantástico, o filho é um pro, parabéns... mas as manias das comparações irritam-me, porque depois dou por mim a fazê-las e a comparar o meu com os outros e não quero isso... o MEU é meu e tem o ritmo dele, ritmo que temos de respeitar... não somos todos iguais e com as crianças passa-se o mesmo...

... custa ouvir certos comentários, principalmente vindo de pessoas mais próximas que fazem questão de mostrar que o nosso não faz o que o outro faz... raio de mania! Penso que é importante haver algum cuidado com o que se diz e como se diz, porque muitas vezes uma mera observação magoa imenso... lembro-me a propósito disso, que a gravidez é outra fase em que as comparações são o pão nosso de cada dia... em relação ao tamanho da barriga, formato... eu estive grávida na mesma altura do que uma prima minha {o que foi muito giro}, mas como eu tinha uma barriga mais pequenina, lá vinha a comparação... opá, a barriga é minha e é como é, ora essa!!

... bom senso precisa-se e quanto às comparações...guardem-nas para vocês!!

A propósito disso a Tânia Ribas tem um post no seu blog aqui

Sem comentários: