sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Como vai o nosso sistema de ensino?

O vídeo do post foi enviado pelo meu marido e achei-o tão bom, que decidi partilhá-lo convosco, porque resume na perfeição o que se está a passar nas nossas escolas... um ensino demasiado retrógrado, demasiado preso a currículos, a avaliações, a um sistema que não dá asas à criatividade dos alunos, à individualidade de cada um... 

Todos aprendem o mesmo, na mesma altura, com o mesmo grau de dificuldade, mas como tal pode acontecer se somos TODOS DIFERENTES! Nos dias de hoje, em que a modernização acontece do dia para a noite, como é possível a escola continuar com o mesmo método de estudo? 

Todos os anos é a mesma lengalenga... testes, fichas, avaliações... o aluno é avaliado, essencialmente, pelas notas dos testes {não me venham com a treta de "Ah e tal, a participação, o comportamento e blábláblá, também contam" Contam uma ova!}

Não condeno os professores, que coitados, não têm muita margem de manobra... eles têm um currículo para cumprir e se tal não acontecer, ainda têm de justificar o porquê... já dei aulas e sei bem como a coisa se processa dentro das quatro paredes de uma escola... é uma pressão para que os miúdos tenham boas notas, é uma pressão para que se cumpra o currículo, os miúdos andam numa rebeldia, porque também a escola não os cativa, enfim, uma autêntica bola de neve!

Urge o ensino revestir-se de outras roupagens e acompanhar a evolução do mundo... este vídeo faz-nos pensar na necessidade disso, de MUDAR! Também faz referência à escola de Montessori... uma escola que defende a individualidade e o ritmo de cada criança! 

Youtuber Flávia Calina, utiliza o método montessoriano com a filha e os resultados estão à vista de todos! Uma criança autónoma, independente e, assim de tudo, feliz! Há um vídeo no canal, que mostra o quarto Montessoriano da filha, e é um espaço delicioso! Penso seriamente em adotar algo do género para o meu filhote!

Mas por agora, dediquem uns minutos e vejam o vídeo até ao fim.... vale a pena!

Sem comentários: