sábado, 18 de março de 2017

Obrigada!

Apesar do tremendo abalo que a minha vida sofreu, a verdade é que também fez com que conhecesse pessoas fantásticas, preocupadas, amigas, e acima de tudo, amorosas para com o meu maior tesouro: o meu filho!

Com a chegada de mais um dia que nos marca {e muito} pela ausência física da figura masculina e paternal que o Gonçalo tanto admirava, senti {mais uma vez} o carinho das pessoas... 

É a primeira vez que o Gonçalo festeja o Dia do Pai sem a presença do dele... assim como é a primeira vez que festeja o Dia do Pai, na creche... confesso que já andava há uns dias com o coração apertado pela chegada desse dia...porque é o primeiro sem o Jorge... e, apesar do Gonçalo não ter noção do que está a acontecer, fico triste por ele não ter o pai para dar o primeiro presente da creche... 

Apesar de tudo, senti mais, uma vez, o enorme carinho dos que cuidam dele diariamente, que cuja preocupação é ver o meu menino feliz... 

Obrigada Educadora A. {sei que vai lendo o blog}, obrigada de coração por fazer o meu menino feliz, por ajudá-lo a ser uma criança bem-disposta e brindar-nos com este sorriso fantástico!!

Obrigada Padrinho por teres ido à creche e fazeres com que o Gonçalo tivesse a sua presença masculina... 


A prendinha do Gonçalo para o pai... devidamente, afixada no quarto dele para que nunca se esqueça do pai fantástico que tem e que será sempre o seu herói!!!


2 comentários:

Mafalda disse...

O meu pai morreu menos de um mês antes do dia do pai, tinha 10 anos. Nesse primeiro ano os professores optaram por não fazer nada. Acho que é importante poder participar na mesma nesses momentos, dando-lhes outro significado. ;)

A Vida a Três disse...

Sim, concordo contigo! Apesar da dor imensa que se sente, a verdade é que a vida continua e que, não fazer nada, talvez torne esse dia mais doloroso... parece que já o esquecemos ou que queremos esquecer... e não é isso que deve acontecer... apesar de não estarem presentes fisicamente, eles estarão sempre presentes nos nossos corações e comemorar esse dia é uma homenagem à memória deles!

Bjinhos*