segunda-feira, 29 de maio de 2017

Vamos ajudar!

Infelizmente, as doenças não escolhem idades, sexos, raças, classe social... e cada vez mais, atingem os mais novos... pensamos sempre que "só acontece aos outros" e que somos imune a todas as maleitas até ao dia em que... ela bate-nos à porta...

Há doenças que podem ser tratadas, outras curadas, outras em que, infelizmente, não se pode fazer nada, a não ser dar muito amor, carinho e atenção... outras ainda em que podemos ajudar!

É dessas doenças que venho cá falar hoje, das doenças em que podemos fazer a diferença!

Ser dador de medula sempre foi um desejo, mas, geralmente, essas iniciativas decorrem nas grandes cidades, e nem sempre conseguia lá ir...  Com a doença do Jorge, aprendi o verdadeiro significado da palavra "ajudar"... tive em casa, durante mais de três semanas, pessoas fantásticas, que cuidaram dele com carinho, que se desdobraram para que nada lhe faltasse, para que não tivesse dores, para que, como ele dizia, "não perdesse qualidade de vida" ... infelizmente, isso é o máximo que podíamos fazer! Dar-lhe amor!

No entanto, existem outras doenças, em que podemos ter um papel determinante entre a vida e a morte! É o caso de uma menina, a Mariluz, que tem apenas 5 anos, e que precisa de um dador compatível de medula óssea!

Hoje, decorre, entre as 14h e as 19h, na Santa Casa da Misericórdia de Paços de Ferreira, uma colheita para encontrar um dador compatível para a Mariluz, e ficamos inscritos no Banco de Dadores de Medula! 

É uma ótima oportunidade para ajudar o próximo, sentir que podemos fazer a diferença, sentir que podemos ajudar a salvar vidas...

Vamos ajudar... porque hoje é ela, amanhã somos nós!


Sem comentários: