quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Aprendi a amar-te de longe*

Faz hoje 11 meses, desde que partiste... quase um ano, desde o dia do nosso último beijo... quase um ano a viver sem ti...

Há uma saudade constante no peito, um vazio impreenchível... a raiva inicial vai desaparecendo e a serenidade volta tímida, mas constante... 

Aprendi a amar-te de longe... e isso, deixa-me mais tranquila, porque o meu amor continua a crescer, mesmo sem te ter... e isso é tão nosso!

Amo-te, meu amor!



Sem comentários: