sexta-feira, 24 de novembro de 2017

⇝ coisas da vida ⇝

Todos os dias, ouve-se falar de cancro... um familiar, um amigo, um vizinho... o cancro não escolhe idades, sexo, nem classes sociais... é para todos, sem distinção!

A morte do ator João Ricardo fez-me reavivar todo o processo de luta contra este {maldito} cancro... esta doença que vai matando aos poucos... matando fisicamente, psicologicamente e emocionalmente... 

Lidar com esta doença meses a fio com o conhecimento que se tem dela hoje em dia é das piores sensações que se pode ter na vida... é viver no fim da linha, é manter o equilíbrio em pleno dia de tempestade, é manter o sorriso e a esperança mesmo que estamos um caco por dentro...  

Não vivi a doença na primeira pessoa, mas convivi bem de perto com ela... desde o seu aparecimento até à consciência de que as coisas não estavam a correr nada bem.. é um desgaste físico e emocional tão grande que, inevitavelmente, deixa marcas... deixa aquelas cicatrizes difíceis de curar...aquelas que, ao mais pequeno toque, voltam a sangrar... 

Há uma sensação tão grande de impotência, de raiva, de revolta que chega a ser desumano... 

É um sentimento de desespero que ninguém imagina, uma agonia constante... passei horas a pesquisar testemunhos de casos de sucesso em cancros como o do Jorge, pesquisei medicinas alternativas, pedi muito ao Jorge para irmos aos Frades de Braga que, dizem, possuem xaropes que ajudam na luta contra o cancro, pedi-lhe para ir a uma consulta de um senhor que é conhecido pelos seus chás terapêuticos {parece que "curou" o Marco Paulo}, alterei a nossa alimentação, banindo os doces {li que o açúcar ajudava a alimentar as células cancerígenas}, rezei a todos os santos e mais alguns, prometi, prometi muito... agarrei-me a tudo e mais alguma coisa.... sentia-me tão desgastada e impotente... e, mesmo assim, ele venceu!

Viver o cancro é uma sensação atroz, mesmo que seja "só do lado de fora"... é algo que ninguém deveria de sentir... mas, viver o cancro também é uma aprendizagem, uma lição de vida...  é encarar a vida de outra forma... 




Sem comentários: