segunda-feira, 16 de abril de 2018

#fim de semana {15}

Os fins de semana são sempre dias mais difíceis de encarar. Aqueles em que abrandamos o ritmo frenético do dia a dia. Aqueles dias em que os pensamentos vagueiam. Aqueles dias em que a realidade bate mais de frente. 

O tempo cinzento não tem ajudado a contrariar tudo isso. No entanto, no sábado, o sol lá apareceu, e permitiu que pudéssemos da um saltinho até ao "nosso" parque.

Ele brincou, pulou, escorregou, e eu fui absorvendo cada peripécia, cada sorriso, cada gargalhada. E sorrindo, agradecendo à vida {essa malvada que gosta de me pôr à prova} por me ter dado a oportunidade de ser mãe de uma criança tão especial. Tão única. Tão nossa. Um menino, que para além das birras {cada vez mais ocasionais}, é um ser mais maravilhoso. Altruísta. Meigo. Amoroso. 

Apesar de tudo o que pode acontecer numa vida, acredito que tudo é uma aprendizagem. Que tudo tem um propósito. Que, até mesmo a chuva que tem caído incessantemente nos últimos dias é uma forma de nos mostrar que, depois da tempestade... virá a bonança. E que os nossos corações se encham de fé num amanhã melhor. ღ






Sem comentários: