quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Zoo*

Não me lembro de ter ido ao Zoo. Os meus pais dizem que fui, mas a verdade é que a tenra idade em que lá estive fez com que não restassem memórias disso. 

O Gonçalo, provavelmente, também não terá memória de ter lá estado. Por isso, acredito na importância de se registar esses momentos. Para mais tarde recordar. Para mostrar-lhe que lá esteve. E, para me recordar desse dia, quando a memória me tramar. 

A fotografia é, sem dúvida, a  melhor forma de eternizar os momentos. Fica ali captado. "Congela" o que, outrora, nos deixou felizes. 

"Cada fotografia é um pedaço de memória e de recordação."

{E o que seria de mim sem as fotografias da nossa vida a três...}














Sem comentários: